Notícias

publicado em: 19/04/2016
Tesla apresenta bateria de energia solar para uso doméstico

  • A Tesla, a fabricante norte-americana de automóveis eléctricos, continua a apostar no desenvolvimento de novas formas de armazenamento de energia e apresentou o Tesla Energy, uma espécie de bateria para casa que armazena energia solar, que deverá começar a ser comercializada ainda este Verão e que, segundo o presidente da empresa, vai mudar a “forma como o mundo utiliza a energia em grande escala”.
  • A versão destinada ao consumo doméstico é a Tesla Powerwall e é uma bateria recarregável de iões de lítio, que pode ser colocada numa das paredes da casa. O modelo de 10 quilowatts-hora (kWh) terá um valor de 3500 dólares, enquanto o modelo 7 kWh será vendido a 3000 dólares. Chega ao mercado norte-americano ainda este Verão e deverá ficar disponível no resto do mundo no próximo ano.

    Segundo a Tesla, a versão de 10 kWh está preparada para fornecer energia quando há uma quebra no abastecimento eléctrico normal. Por sua vez, o modelo 7kWh Powerwall, quando emparelhado com energia solar, pode ser usado em ciclos diários de abastecimento para “estender os benefícios ambientais e dos custos de energia solar para a noite quando a luz solar não está disponível”.

    A Powerwall, que pode ser instalada em habitações equipadas com painéis fotovoltaicos totalmente independentes das redes de abastecimento de electricidade tradicionais, foi apresentada pelo presidente da Tesla, Elon Musk, como um produto que pode ter um “papel semelhante ao que assumiram os telemóveis quando substituíram as linhas fixas”.

    "O nosso objectivo é transformar totalmente a infra-estrutura global de energia para torná-la completamente sustentável, sem produzir emissões de carbono", explicou Elon Musk aos jornalistas, durante a apresentação da Powerwall, em Los Angeles.

    A Tesla acredita que a bateria Powerwall "será um grande passo em frente para as comunidades mais pobres do mundo", já que "elimina a necessidade de existirem redes eléctricas", argumentou ainda o CEO da marca.

    Kimbal Musk, um dos membros da administração da Tesla, adiantou à CNN que a nova bateria poderá significar uma redução de 25% dos custos na conta de electricidade de um consumidor médio.